Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

Viagem gastronômica Kikkoman

Difundir os conceitos da Culinária Japonesa junto a formadores de opinião. Essa foi a opção de marketing que a Kikkoman adotou para promover seus produtos no Brasil. E foi direto ao ponto: no núcleo do Japão, onde repousam os segredos do gosto que caracterizam essa tão querida culinária, hoje em franca expansão no mundo todo. “O objetivo foi oferecer uma visão panorâmica sobre o mercado alimentício e gastronômico japonês”, explica Kazuya Mori, diretor da Kikkoman no Brasil, e responsável por conduzir o grupo para o Japão.Foram convidados dois restaurateurs – Marcelo Fernandes, sócio-proprietário do Kinoshita, Clos de Tapas, Mercearia do Francês e agora do novíssimo Attimo, e eleito o melhor restaurauteur de 2011 pela revista Veja São Paulo; e Marcelo Aeb, sócio-proprietário do Insight Grill & Salad –, um profissional de importação
de produtos alimentícios (Edison Marttuci, da Special Food Service), um chef – nada menos que Tsuyoshi Murakami, que assina o cardápio do premiadíssimo restaurante Kinoshita – e um produtor de conteúdos culturais – Jo Takahashi, que assina o portal Jojoscope.

A viagem ao Japão com os convidados aconteceu entre os dias 11 a 16 de março e foi inteiramente patrocinada pela própria Kikkoman. O programa incluiu visitas técnicas às instalações da empresa na cidade de Noda, onde nasceu efetivamente o shoyu e onde esse molho é produzido ainda hoje, sob rigoroso controle de qualidade, seguindo os preceitos tradicionais. O shoyu Kikkoman se notabiliza por ser o único produto de sua área que tem uma linha especialmente produzida para a Família Imperial japonesa.

Na sede administrativa da Kikkoman, em Tóquio, o grupo foi oficialmente apresentado a toda a equipe administrativa, onde também assistiram a uma palestra em suas dependências sobre o desempenho da Kikkoman no mundo bem como tendo contato direto com a filosofia da empresa.

Um dos grandes diferenciais da visita foi conhecer também outras linhas de produto além do tradicional shoyu. Isso incluiu, por exemplo, a produção de vinhos Manns Wine, em Komoro, na província de Nagano, onde foi realizada uma degustação exclusiva da linha premium Solaris, na cave da vinícola. Quem conduziu a visitação assim como a degustação foi o renomado Dai Shimazaki, sommelier com certificação na França e supervisor da vinícola, formado pela Universidade de Bordeaux.

E como havia especialistas na área de alimentos, a Kikkoman preparou visitas ao mercado varejista, apresentando novas tendências na área do comércio como os supermercados totalmente self-service, onde o consumidor escolhe os produtos e paga numa caixa registradora automática, sem a presença de funcionários. Outro fenômeno é a crescente participação de drogarias na venda de produtos alimentícios não perecíveis – como bebidas, matinais e congelados.

E para as degustações foram reservadas oportunidades variadas. Um sushi na esteira, em Shimbashi. Um teppanyaki mais do que especial no Corza, em Ginza, um restaurante que pertence a Kikkoman, um italiano para lá de criativo, na cidade-berço do shoyu, Comestà. Um banquete chinês no elegantíssimo Toh-Tem-Ko, dentro do hotel Shinagawa Ex-Inn. E, para finalizar, um jantar no exclusivo restaurante Kokonotsu Ido, em Yokohama.

O grupo também conheceu o restaurante que leva a assinatura de Shinya Tazaki, o sommelier celebridade do Japão.

E para celebrar o momento de descontração, um Izakayá em grande estilo: o Gonpachi, que até serviu de cenário para o filme Kill Bill, de Quentin Tarantino.