Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

Trabalho em equipe para fazer okonomiyaki no Festival do Japão

Voluntários no estande da província de Wakayama

Voluntários fazem okonomiyaki no Festival do Japão, no estande da província de Wakayama Foto: Rafael Salvador

A organização em uma cozinha é essencial para o bom funcionamento de um restaurante. O mesmo é válido para os estandes de comida em grandes eventos como o Festival do Japão organizado pelo Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil). Todos os anos, o evento recebe mais de 50 barracas de comidas, sendo que a maioria é organizada por voluntários, que geralmente não têm experiência em restaurante. Com o passar dos anos, cada associação e entidade vai aprendendo a lidar com a dinâmica do evento e vai melhorando a organização. Até porque, mais do que vender comida, o evento pode ter outros objetivos para aqueles que estão trabalhando.

Para José Taniguchi, da associação da província de Wakayama, a participação no evento é uma forma de estreitar os laços de amizade e os vínculos entre os voluntários e associados.

Okonomiyaki no Festival do Japão

Ele participa do Festival do Japão desde a primeira edição e contou que no começo faziam outros pratos, mas que era muito trabalhoso e que exigia muito dos voluntários. “Há dez anos, decidimos trocar o menu para okonomiyaki e desde então tem dado muito certo”, explicou Taniguchi.

A equipe já chegou à segunda geração e reúne pais e filhos em volta das chapas. “É uma forma de envolver todos e esperamos que isso siga também para as próximas gerações”, continuou, “mais do que lucro, o que mais importa para nós é esse vínculo entre as pessoas”.

okonomiyaki Wakayama Kenjinkai

Produção em série de okonomiyaki no estande de Wakayama Foto: Rafael Salvador


Entre os participantes, foi se formando uma grande família com voluntários, sendo que o mais novo tinha 10 anos e o mais velho, 78 anos.

De acordo com Taniguchi, a experiência é que foi melhorando o okonomiyaki de Wakayama. Eles montaram uma produção em série para garantir agilidade em toda a preparação. “Tudo é feito com muito carinho, desde o caldo que tempera a massa até o preparo na chapa, com cuidado para não queimar”, explicou.

Veja mais fotos

Saiba mais sobre a comida regional no Festival do Japão