Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

Restaurante Little Tokyo

Little Tokyo - Fachada
O restaurante Little Tokyo fica dentro do Park Shopping São Caetano do Sul fotos: Rafael Salvador

Distante dos centros de restaurantes japoneses de São Paulo, o Little Tokyo apresenta uma nova proposta à cidade vizinha São Caetano. Apesar de estar dentro de um shopping center, o restaurante fica longe da agitação da praça de alimentação.

A ideia é oferecer um ambiente multiuso com um cardápio de restaurante, opções de rodízio, a informalidade de uma cafeteria e venda de produtos de empório. Difícil classificá-lo em uma única categoria.

Inspirado em modelos internacionais de negócios, o gestor da casa, Chen Rue, ex-sócio do Aoyama e By Kanashiro, viajou para fora do país para encontrar um estilo próprio de unir gastronomia e cultura.

A intenção é aproveitar a experiência da nova casa para transformá-la em modelo de marca franqueadora para o Grupo Ornatus – que administra marcas como Jin Jin Wok e My Sandwich.

Little Tokyo - produtos
Produtos que decoram as prateleiras também estão à venda
Ele segue um padrão novo, inspirado no Dean & DeLucca, dos Estados Unidos, e em restaurantes de Milão, mas sem esquecer do sabor oriental. “São alguns detalhes diferentes, porém, ainda assim, voltado para o sabor oriental”, explica o chef Fernando Shibakura, que comanda a cozinha do restaurante. Esses detalhes são visíveis já no cardápio, desenvolvido pelo chef Adriano Kanashiro, com alguns toques de cozinha autoral, como o crispy tori e a surpresinha sobre o sushi de salmão com pérolas de shoyu (ou falso caviar).

O ambiente contemporâneo e design clean foram desenhados pelo arquiteto de restaurantes Roberto Kubota, que projetou um espaço amplo favorecido pelo teto alto e prateleiras laterais decoradas com cerâmicas de Hideko Honma.

Além das cerâmicas, uma prateleira com mangás e revistas japonesas e um telão com vídeo de cenas de Tóquio completam a decoração “para que a pessoa possa se sentir em um ambiente oriental”, conta Chen.

Os primeiros passos de chef

Little Tokyo - Fernando Shibakura
Fernando Shibakura comanda a cozinha do Little Tokyo
Fernando Shibakura morou no Japão por onze anos. Começou trabalhando em fábrica, foi para o mundo da fotografia, depois do mergulho e nas horas vagas aprendia a cozinhar. Ele conta que a sua primeira escola foi em casa. “Pra mim foi fácil de me adaptar à cozinha porque sempre fazia uma coisa ou outra”, disse o chef. Ele conta que seu prato preferido, preparado pela avó, é o nishime “feito com kombu, konhaku, frango, cenoura, shoyu, sake. Era servido sempre em festividades, então isso me lembra a infância”.

Ainda no Japão, o que despertou seu gosto pela cozinha profissional foi o chef que trabalhava em um bistrô e mesclava culinária japonesa, francesa e italiana. Fernando conta que se tornou amigo do chef e “sempre ia comer no restaurante dele e meu irmão chegou a trabalhar lá também. O engraçado é que o meu irmão é quem fez cursos de gastronomia e hoje eu que vim parar na cozinha”, brinca. Curioso, ele também acabava aprendendo as receitas com os amigos que trabalhavam em restaurantes de lámen no Japão, um dos seus pratos preferidos de lá.

De volta ao Brasil, fez estágio com Adriano Kanashiro, com quem aprendeu alguns truques da cozinha e as técnicas usadas no restaurante. Hoje, comanda a “pequena Tóquio” com a vontade de aprender com essa primeira experiência e crescer com a marca.

Little Tokyo - interior
O ambiente contemporâneo e clean foi projetado pelo arquiteto Roberto Kubota