Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

Receita: Oshiruko/ zenzai

receita oshiruko zenzai

Oshiruko, doce de feijão azuki e pedaços de mochi Foto: Rafael Salvador


Oshiruko é um doce tradicional japonês feito com azuki (tipo de feijão vermelho) consumido especialmente no inverno. Consiste numa sopa doce geralmente servida com bolinhos de arroz glutinoso (mochi – feito a partir dos grãos de arroz glutinoso – ou shiratama dango – feito a partir da farinha do arroz glutinoso).

O nome oshiruko (お汁粉) or shiruko é mais usado no leste do Japão e é uma versão em que os grãos do azuki são amassados e a sopa é mais líquida.

Em outras partes do Japão, o doce também pode ser chamado de zenzai, que tem a mesma composição, mas tem uma consistência mais encorpada e os grãos de azuki são mantidos inteiros.

A seguir, veja como preparar a receita de oshiruko (ou zenzai) em casa.

Ingredientes

  • 200 g de feijão azuki
  • 200 g de açúcar
  • 800 mL de água
  • 1 pitada de sal
  • Mochi grelhado ou shiratama dango*

Modo de preparo de oshiruko/ zenzai

  1. Hidrate o feijão por cerca de oito horas.
  2. Coloque em uma panela, cubra o feijão com água e leve ao fogo até ferver.
  3. Em seguida, troque a água e repita o procedimento mais duas vezes, deixando a água do terceiro cozimento. Deixe cozinhar por 35 a 40 minutos (ou 15 minutos na panela de pressão).
  4. Por fim, acrescente o açúcar e cozinhe até que os grãos fiquem macios. A consistência da sopa pode ser adequada a gosto. Se você preferir com os grãos inteiros, basta misturar delicadamente. Se preferir mais encorpada, deixe cozinhando por mais tempo e misture até que os grãos comecem a se desfazer. (A receita de oshiruko/ zenzai pode ser adaptada ao gosto de cada um)

Como fazer shiratama dango

Shiratama dango é um bolinho branco feito com a farinha de arroz glutinoso. Pode ser feito tanto com a farinha chamada mochiko como com a shiratamako. A primeira é encontrada com mais facilidade nas lojas de produtos orientais, mas a segunda é mais fácil de ser trabalhada.

A princípio, a quantidade de água pode parecer insuficiente, mas basta ter um pouco de paciência e continuar misturando a massa até que toda a farinha seja incorporada.

Com mochiko

  • ⅓ copo (55 g, 80 ml) mochiko
  • 4 colheres de sopa de água
  • ½ colher de chá de açúcar

Com shiratamako

  • ⅓ copo (42 g, 80 ml) shiratamako
  • 3 colheres de sopa de água
  • ½ colher de chá de açúcar

Fonte: Just One Cookbook

Receita: Quadradinhos de chá verde com calda de feijão azuki e morango