Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

Perfil: Shin Koike, do Sakagura A1

shin-koike-balcao-full
fotos: Rafael Salvador

Nascido em Tokyo, em 1957, e há 18 anos no Brasil, o chef Shin Koike se mostra muito tranquilo e confortável para dividir conosco um pouco de sua experiência e conhecimento.

“O Brasil é um país muito grande e muito rico. Para quem vem do Japão, um país pequeno, isso é maravilhoso. Minha experiência [aqui] ainda é muito pequena, então eu continuo a pesquisar alimentos, matéria-prima… tem muita coisa”, disse o chef, que contará suas impressões e pesquisas no Brasil em seu primeiro livro, cuja previsão de lançamento é setembro deste ano.

Para os novos profissionais interessados na gastronomia japonesa, Shin destaca a importância da experiência no próprio Japão. “Quando a pessoa quer estudar no Japão, tem que comer. Se não tiver o paladar japonês, não adianta aprender a técnica”, aconselha.

“Hoje, existem muitos restaurante japoneses, mas talvez muitos esqueceram a origem. Origem, enquanto espírito e técnica. Isso não se pode esquecer”, conclui Shin.

Entrevista: Chef Shin Koike

Conte-nos sobre seu primeiro livro.
Nunca imaginei lançar um livro. Encontrei o Jo Takahashi [autor], começamos a conversar, ter ideias…

Eu nasci no Japão e vim ao Brasil. Penso em como adaptar a comida japonesa para os brasileiros, mas mantendo a origem japonesa. No livro, conto sobre as sensações que tive até agora, nesses 18 anos em que vivo no Brasil.

Encontrei muitas pessoas no Brasil pelos lugares onde passei. É um país muito grande e muito rico. Para quem vem do Japão, um país pequeno, isso é maravilhoso. Minha experiência [no Brasil] ainda é muito pequena, então continuo a pesquisar, sem esquecer a origem japonesa; pensando mais na adaptação para o brasileiro. Alimentos, matéria-prima… tem muita coisa. O livro vai ter essa pesquisa.

[A previsão de lançamento do livro é setembro de 2012, pela Editora Melhoramentos.]