Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

Para se sentir em casa

IMG_0398
Fotos: Henrique Minatogawa
No Japão, as pessoas não costumam apertar o botão do elevador várias vezes. Não é só porque não, mas porque as coisas funcionam por lá.

As pessoas que vivem lá durante algum tempo rapidamente se acostumam, entre outros fatores, com transporte público eficiente, prestação de serviços com pontualidade e senso de coletividade por parte das outras pessoas.

No Brasil, esses três itens acontecem de forma muito irregular: ora muito bem, ora muito mal. Para quem vive de outra forma, o impacto pode ser desgastante. A adaptação a um novo local pode levar tempo.

Para algumas pessoas, tempo é dinheiro. Essas pessoas, quando no exterior, geralmente se hospedam em hotéis que devem estar prontos para fazê-las, quase literalmente, se sentirem em casa.

Só sake

etiqueta_saque

A cerimônia do sake só pode acontecer quando todos os presentes estiverem com um copo na mão. Nesta situação, nenhuma outra bebida além de sake pode ser servida.

Alimentação

Na cozinha de um hotel que recebe japoneses não pode faltar arroz, hashi e as louças adequadas. Um japonês dificilmente comeria arroz usando garfo e sem ser em um chawan.

Hierarquia

Na sociedade japonesa, a questão da hierarquia determina comportamento e até o uso de palavras. Erros nessas situações podem ser considerados altamente ofensivos.

Por isso, no caso de um hotel, a comunicação entre a equipe é fundamental para a transmissão correta dessas informações.
A pessoa considerada mais importante deve ser atendida primeiro, deve ter suas bagagens levadas primeiro e assim por diante.

Equipe

Mesmo com eventual dificuldade com o idioma japonês, a equipe do hotel deve sempre se mostrar receptiva e disposta a ajudar.

Decoração

Hotéis frequentemente abrigam recepções e reuniões de empresas. Para a decoração dos ambientes, recomenda-se combiná-la com as cores da empresa.

freeimages-138646
Freeimages.com

Cuidado com o andar

Uma gafe inerente a este ramo de atividade é colocar o hóspede hierarquicamente superior de uma empresa em um andar mais baixo que o de seus subordinados.

Comunicação

Com a facilidade das comunicações, tanto por telefone como por e-mail, é muito importante considerar o fuso horário entre Brasil e Japão.

Consultoria por Katia Miyada, gerente de vendas do Hotel Intercontinental São Paulo.