Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

O lado oriental de Nova York

nyc_panorama
Dicas de restaurantes orientais de Nova York Foto: Rafael Salvador

Passagem comprada, hotel reservado, lista de atrações a visitar e dinheiro separado. Parece que isso já basta para qualquer viagem ser bem-sucedida, não é mesmo? O que muita gente esquece é que a gastronomia de um lugar é um dos patrimônios mais ricos que uma cultura tem a oferecer e deve ser pensada com muito carinho para que sua experiência seja a mais completa possível.

Se você planeja suas próximas férias em Nova York, pode até achar que só vai encontrar refeições pesadas e junk food, principalmente se já esteve em destinos conhecidos dos brasileiros, como Miami ou Orlando. A fama da comida gordurosa das redes americanas, de fato, gera preconceitos e não é muito animadora para apreciadores da boa comida.

Porém, lembre-se: os Estados Unidos são um país extenso e sua história foi enriquecida pela cultura dos imigrantes. Assim como no Brasil, há gente de toda parte do mundo e não há lugar melhor para observar isso do que na Big Apple: um em cada três habitantes não é nascido lá. A cidade é um verdadeiro caldeirão cultural, e estar no meio disso é fascinante.

Por onde começar a desvendar a cidade? Como saber se um restaurante é realmente bom? Em uma viagem com tantas coisas para fazer (e se tiver pouco tempo), não há espaço para erros. Por isso, a equipe da #hashitag visitou alguns restaurantes e separou dicas especiais para todos os gostos e orçamentos para você vivenciar experiências inesquecíveis. Confira!


Japoneses

Há inúmeros espalhados por toda a cidade. Você vai encontrar do restaurante mais elegante e tradicional ao izakaya mas descontraído e lotado que puder imaginar.

A diversidade cultural também contribuiu para fusões da culinária japonesa com outras. É fácil encontrar, por exemplo, restaurantes modernos com elementos coreanos e japoneses.

  • Oh! Taisho – 9 Saint Marks Pl.

Estação de metrô mais próxima: Astor Place (Linha 6)


Tente reservar um tempo para esta rua. A vida noturna aqui é muito ativa, e há muitas opções de restaurantes japoneses diferentes do que estamos acostumados a ver no Brasil. Nada de sushi ou sashimi, aqui o que manda é a culinária quente. O destaque fica para esta incrível casa de yakitori. Peça uma cerveja e o Especial, com todos os espetinhos da casa. Aqui não há limites, nem para o yakitori de vieira com bacon. Não preciso dizer mais nada, não é? Destaque também para as opções de udon.

  • Totto Ramen – 366 W 52nd Street

Estação de metrô mais próxima: 50th St (Linhas C, E)


Apertado, lotado e com menu de 4 opções de lámen, mais algumas entradas. Você vai querer comer aqui. Por quê? Simplesmente é uma das experiências mais legais que você pode ter na cidade. Toda a equipe é japonesa, o sabor do caldo é inacreditável e, como se não bastasse, é bem barato. Atenção: o lugar só aceita pagamento em dinheiro, e a música ambiente é heavy metal. Se você não gosta dessa combinação, passe para a próxima opção.

2nd Floor apresenta o conceito de noodle bar em São Paulo

  • Ootoya Chelsea – 8 W 18th Street.

Estação de metrô mais próxima: Union Square (Linhas: 4, 5, 6, L, N, Q, R)

Tonkatsu Teishoku do restaurante OOTOYA
Tonkatsu Teishoku do restaurante OOTOYA Foto: Rafael Salvador

Ambiente formal e bom gosto na decoração. Aqui você vai encontrar o espaço perfeito para uma reunião de negócios ou um almoço no melhor estilo comfort food. A comida é excelente e os pratos oferecidos são os mais clássicos da culinária japonesa tradicional. O custo-benefício é excelente e a refeição fica por volta de US$ 40 por pessoa.

  • Ippudo – 65 4th Avenue

Estação de metrô mais próxima: Astor Place (Linha 6)
Aqui o ambiente é totalmente familiar. O lámen está sempre entre os mais bem votados da cidade e é um pouco mais caro do que a média. O destaque fica para a decoração do lugar. Procure sempre fazer uma reserva e chegue no horário: o risco de perder a mesa e ter que esperar por algumas horas é grande.

  • Takashi – 456 Hudson Street.

Estação de metrô mais próxima: Christopher St-Sheridan Square (Linhas 1, 2)


Sejamos francos, quantas vezes na vida teremos a oportunidade de conhecer uma cidade tão maravilhosa e fascinante como Nova York? Então por que economizar com uma experiência que pode ficar marcada para o resto da vida e que será contada inúmeras vezes em reuniões de amigos? Vá ao Takashi de cabeça e coração abertos. A cozinha é moderna e trata-se de uma fusão das culinárias japonesa e coreana. Destaque para todas as entradas da casa e o Tongue Experience (3 cortes de língua de boi em fatias finas para a grelha), e o sorvete de baunilha feito na casa. A experiência sai por aproximadamente US$ 80 e vale cada centavo.

  • Chelsea Market– 75 9th Avenue.

Estação de metrô mais próxima: 14th St (Linhas A, C, E)


Como o próprio nome já diz, trata-se de um mercado. Não se engane, você vai querer conhecer este lugar. Dentro do complexo, encontram-se empórios especializados em azeites,temperos, queijos, chocolates, vinhos, cervejas e comidinhas baratas de diversos lugares do mundo. Há ainda um açougue e uma peixaria chamada The Lobster Place. Nesta última, dá para comprar peixes e frutos do mar para preparar em casa ou sentar nos balcões e saborear uma enorme lagosta e ainda ver o sushi sendo preparado na hora por mãos habilidosas.


Coreano

Não é difícil encontrar um bom restaurante coreano na ilha de Manhattan, mas, se tiver tempo, a dica de ouro é reservar um dia para visitar o bairro de Flushing, no Queens. A viagem de metrô dura menos de uma hora e não tem como errar, é só descer na última estação da linha 7 (Main St. Station).

É raro ver turistas tão longe do centro, em um bairro residencial. Repare nas lojas, mercados e pedestres, você vai esquecer que está nos EUA: Flushing tem a maior comunidade coreana da cidade.

Tipica fachada de lojas em Flushing
Tipica fachada de lojas em Flushing Foto: Rafael Salvador
  • Mapo Korean B.B.Q – 14924 41st Ave, Flushing, Queens.

Estação de metrô mais próxima: Main St Station (Linha 7)


Eleito muitas vezes como o melhor churrasco coreano da cidade, o Mapo é aconchegante. Invista no Galbi, o carro-chefe da casa. Não exagere no pedido porque os acompanhamentos são generosos (7 banchans) e pode sobrar comida. O atendimento é de primeira e você se sente em casa. É uma boa caminhada do metrô, mas vale cada passo.


Chineses

Na década de 1940, já era o grupo étnico que mais crescia na cidade e hoje é um dos maiores de Nova York. Já ultrapassou os limites da Chinatown, espremendo a área conhecida como Little Italy e mudando a paisagem do Brooklyn e Queens. Vale ressaltar que na cidade você pode escolher restaurantes típicos das províncias da China, e acredite, muda muito de um para o outro.

  • Hot Kitchen – 104 2nd Avenue.

Estação de metrô mais próxima: Astor Place (Linha 6)

Fachada do restaurante Chines Hot Kitchen
Fachada do restaurante Chines Hot Kitchen Foto: Rafael Salvador

O restaurante é pequeno e especializado na culinária de Sichuan. Não precisa de reserva e é muito barato mesmo. Um jantar para duas pessoas sai por aproximadamente US$ 35.

  • Xi’an Famous Foods – 67 Bayard Street.

Estação de metrô mais próxima: Grand Street (Linhas B, D)
Comida boa e barata só pode resultar em um dos restaurantes chineses mais lotados da cidade. Ele fica aberto praticamente o dia todo e a proposta é pedir, pagar e sair comendo. O estabelecimento tem espaço suficiente apenas para uma fila. Ou seja, pegue seu prato e coma durante a caminhada pelo bairro.


Tailandeses

Infelizmente, não é fácil achar restaurantes tailandeses no Brasil. Por isso, você tem nas mãos a oportunidade de experimentar uma das culinárias mais ricas do mundo. É difícil descrever a comida tailandesa sem usar adjetivos como incrível, exótica, inesquecível e única. Tudo é focado no choque de ingredientes, texturas, sabores e cores.

  • Pure Thai Cookhouse – 766 9th Avenue.

Estação de metrô mais próxima: 50th St (Linhas C, E)
O lema da casa é: “Prove a essência da Tailândia” e faz jus ao que é oferecido. Aqui tem opções deliciosas e baratas do que há de melhor no estilo. Programe-se, pois a única desvantagem é que está sempre lotado.

  • Pok Pok NY – 127 Columbia Street.

Estação de metrô mais próxima: Delancey St (Linha F)
Se está procurando um lugar para sentar a dois e relaxar, este é o lugar. Cada mordida é uma revelação e os pratos são uma obra de arte do começo ao fim. Fique atento, é essencial fazer uma reserva e não se atrasar. A casa vive lotada, o que é um bom sinal. Aqui você vai gastar, em média, US$ 40, mas a experiência vale a pena.


Vietnamitas

Se você está com pouco dinheiro e quer comer bem, procure pelas opções de lanches vietnamitas da cidade, principalmente em Chinatown. Vegetarianos e pessoas preocupadas em comer bem devem dar especial atenção a esta culinária. Os pratos e lanches são abundantes em ervas e folhas frescas e não há muita gordura.

  • Bánh Mì Saigon – 198 Grand Street.

Estação de metrô mais próxima: Grand St (Linhas B, D)
Há opções de lanches para todos os gostos, inclusive vegetarianos. Saudáveis e leves, não passam de US$ 10.

  • Pho Bang – 157 Mott Street.

Estação de metrô mais próxima: Grand St (Linhas B, D)
Não perca a oportunidade de provar um clássico vietnamita. A sopa com macarrão conhecida como Pho é bem parecida com o lámen japonês, mas somente na aparência. A gastronomia vietnamita mistura muitas texturas e sabores diferentes em um mesmo prato e cada opção é única. No Pho Bang você será bem servido por menos de US$ 20.


Indiano

Durante sua passagem por Nova York, você vai interagir com indianos, e acredite, nenhum curso que você tenha feito o preparou para o inglês carregado de sotaque de alguns deles. Tenha calma, a grande maioria é bem educada, principalmente os que trabalham em restaurantes ou carrinhos na rua.

A boa culinária indiana talvez seja a mais fácil de encontrar. Em diversas esquinas você acha carrinhos que vendem comida autêntica e, o melhor de tudo, muito barato. Fique atento, pois no mesmo dia eles mudam as opções de pratos para o café da manhã, almoço e jantar. Essa escolha é, no mínimo, 100 vezes melhor do que qualquer rede de fast food conhecida.

  • Haveli Banjara – 100 2nd Avenue.

Estação de metrô mais próxima: Astor Place (Linha 6)
Quer ser bem atendido em um lugar calmo para um jantar a dois? Vá a este restaurante. Comida espetacular, atendimento de primeira e o melhor de tudo, é barato. O menu é grande e pode parecer confuso mas não tem opção errada. Na dúvida, peça pelo Butter Chicken (cubos de frango marinados em molho indiano exótico) e Salan Curry (cordeiro ou frango cozido com alho e gengibre no molho Jajabor).



Não é à toa que Nova York é conhecida como a capital do universo. Lá pode-se encontrar um pouco de cada cultura do mundo e nem mesmo morando lá uma vida inteira seria possível dizer que conhece tudo. Sorte que hoje temos a internet para ajudar. Para finalizar, separamos dois sites que compilam opiniões e avaliações dos restaurantes de Nova York.

Qualquer dúvida de onde comer, valores, necessidade de reserva e até mesmo consulta ao cardápio, pode ser sanada no site zagat.com/new-york-city, que oferece um respeitável ranking de avaliação dos restaurantes e muito respeitado pelos moradores. Outro excelente site com matérias é o ny.eater.com. Claro, ambos são em inglês, mas a interface é fácil e qualquer tradutor online pode ajudar.



Acompanhe a Hashitag no Instagram pelo perfil @hashitag.