Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

O café na Ásia e suas influências culturais

café na ásia Moti moti cake

Moti moti cake recheado com frutas, chantilly e pão de ló. Por fora, uma camada fina feita com farinha de arroz glutinoso. Rafael Salvador

O modelo de cafeterias e confeitarias japonesas teve grande influência nos países vizinhos como Coreia do Sul e Taiwan, que incorporaram características semelhantes com sabores mais suaves adaptados da culinária ocidental ao paladar oriental.

Conforme explicou o proprietário da confeitaria Moti Moti Cake Shop, Lucas Gu, em Taiwan há uma mistura muito grande de culturas, incluindo a japonesa, por questões históricas, e isso acabou se refletindo na culinária. “A confeitaria de Taiwan vem da confeitaria japonesa que passou por adaptações dos doces ocidentais, principalmente franceses. Do Japão, foi se espalhando pela Ásia”, disse Gu.

O empresário já tinha experiência na área comercial antes de abrir o estabelecimento com sua esposa e confeiteira Vanessa Liu. Depois de amadurecer a ideia por quase dez anos, eles resolveram investir no ponto comercial. “Sabemos que o comércio é difícil no Brasil, por isso combinamos que teríamos um prazo de dois anos para viabilizar o negócio”, observou ao lembrar que esse prazo já passou “e por enquanto, está dando certo”.

Um dos aprendizados que Gu compartilhou é que toda loja tem que ser equilibrada sobre três pilares: estrutura, atendimento e produto. “É ele que vai sustentar a plataforma de preço. Se um deles não estiver compatível, o negócio não vai para frente”.

Moti Moti Cake Shop

Salão principal do Moti Moti Cake ShopRafael Salvador

Além dos doces da vitrine, como o chiffon cake e o cheesecake, Vanessa também prepara ocasionalmente o Moti cake, recheado com chantily, frutas uma camada de bolo, tudo envolvido por uma fina camada de moti. Na prateleira, tem opções sem glúten como os biscoitos de farinha de arroz e os cookies de amêndoas, além de pães doces como o melonpan.

chá de kinkan

Chá de kinkan pode ser servido na versão quente ou fria. Rafael Salvador

No quadro de bebidas, a seleção de chás inclui chá verde chinês (com folhas fermentadas e flores de jasmin), chá vermelho do Sri Lanka – Mackwoods, proveniente de uma plantação que tem mais de 100 anos de tradição – e chá de kinkan (na versão quente ou fria), feito na casa com pedaços da fruta em calda, gengibre, limão e um açúcar cristal.

O café servido no Moti Moti Cake Shop é da marca Kaphé e vem de Guaxupé (sul de Minas).

A marca tem uma linha de grãos selecionados 100% arábica e entrou no mercado nacional há pouco tempo, pois antes era vendido apenas para exportação, inclusive para Taiwan, que por sinal, tem o Brasil como principal fornecedor de grãos desde 2016, segundo relatório do Ministério da Agricultura de Taiwan.

Navegue pela galeria para ver as fotos ampliadas

Continue lendo…

O café brasileiro e as cafeterias orientais

O café e o Japão, uma relação duradoura