Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

Lámen é aposta de franquias japonesas no Brasil

ramenya_03
Foto: Henrique Minatogawa
O lámen japonês tem ganhado cada vez mais fãs mundo afora, já conquistou os americanos e ingleses e agora está na moda também no Brasil.

E é para propagar esse sabor do Japão que uma missão de franquias nipônicas desembarca em São Paulo para participar, entre os dias 15 e 18 de junho, da ABF Expo Franchising, no Expo Center Norte. No grupo estão as redes YS Foods e Tentakaku Inc., a fabricante de utensílios de mesa Wasara e as consultorias de negócios M’s Planning e Franchise Research & Strategy Institute, que chegam com a chancela da Japan Franchise Association (JFA) e o apoio da Japan External Trade Organization (JETRO), órgão do governo japonês presente em mais de 50 países que tem a finalidade de promover os investimentos e o comércio exterior em todo o mundo.

A YS Foods vem ao Brasil com otimismo para desenvolver um parceiro local, apostando na paixão do brasileiro pela culinária japonesa. A empresa, que surgiu na província de Fukuoka, oferece ramem tonkotsu com sabor genuíno para todos os povos, preparado com o molho especial da companhia, cuja receita é guardada a sete chaves, e o seu macarrão especial desenvolvido por uma combinação única entre vários tipos de trigo de todo o mundo. Como fomenta sua diretoria, a rede não poupa esforços para conquistar clientes pela boca.

Propagando o prato como uma das maiores referências da cultura e gastronomia do Japão, a Tentakaku, da província de Toyama, vive inovando em seus sabores, que são perfeitamente adaptáveis em mercados estrangeiros. Seu molho de peixe, com sabor inconfundível e envelhecido durante longos anos, também é um dos segredos do sucesso entre seus clientes. Tamanha repercussão é notabilizada ainda mais pelo seu diretor Menya Iroha, que já conquistou, em cinco ocasiões, o título de melhor macarrão no Tokyo Ramem Show, concurso que reúne as melhores casas e chefs especializados no prato.

Mercado brasileiro

Além das casas de lámem, a missão japonesa traz para a ABF Expo Franchising as consultorias M’s Planning, de Osaka, e Franchise Research & Strategy Institute, de Tóquio. Elas querem apresentar a suas respectivas experiências na formatação e desenvolvimento de novos negócios, gestão financeira e investimentos de franqueadores estrangeiros no mercado japonês e vice-versa. As duas companhias vêm com o objetivo de desbravar o Brasil, país que surge como uma boa alternativa aos nipônicos, que já atuam fortemente em nações da Ásia e também nos Estados Unidos.

Também ligada à área de alimentação, a Wasara atua no desenvolvimento de utensílios de mesa, que complementam perfeitamente os pratos servidos e um ambiente confortável nos restaurantes e fast foods. Suas peças são produzidas com incomparável habilidade técnica e valores de estética do artesanato tradicional japonês, que proporcionam um clima de hospitalidade e cortesia das lojas com seus clientes.

Mercados em ascensão

O Japão é um dos maiores mercados de franquias do mundo com faturamento de aproximadamente US$ 240 bilhões e cerca de 260 mil lojas. “Hoje, boa parte dos franqueadores japoneses que investe em operações fora do país o faz na Ásia e Estados Unidos. Por isso, nosso trabalho é o de auxiliá-los a analisar as oportunidades no próspero mercado brasileiro, que a exemplo do japonês, só registra crescimento nos últimos anos”, destaca Atsushi Okubo, diretor-presidente da JETRO no Brasil, cujo escritório encontra-se em São Paulo.

Pelo quinto ano consecutivo, o número de franquias no Japão cresceu em 2014, como aponta a JFA, atingindo 1.321 marcas, 1,3% mais do que no ano anterior. Desse total, o número de unidades chegou a 259.124, com crescimento de 2,6%, especialmente nas áreas de lojas de conveniência, alimentação fora do lar e serviços. Comparado ao Brasil, os índices são pequenos. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor fechou o ano de 2015 com 3.073 marcas, um incremento de 4,3% em relação a 2014. Juntas, elas somam 138.343 unidades, resultando em uma expansão de 10,1% e faturamento de R$ 139.593 bilhões.

Apoio às redes brasileiras no Japão

Às empresas interessadas em se estabelecer no Japão, a JETRO oferece uma estrutura de apoio com consultores especializados e instalações que as permitem ficarem incubadas gratuitamente durante o processo de abertura. Para Okubo, “o mercado japonês é muito grande e o fluxo de pessoas àquele país torna-o uma grande vitrine para as companhias brasileiras que querem fazer uma incursão em novos continentes, principalmente na Ásia.”

De acordo com a ABF, 134 redes brasileiras operam no exterior. No Japão estão apenas as escolas de idiomas Fisk, CCAA e Wizard, a Truss Cosmetics e a Fábrica Di Chocolate. Por outro lado, o Brasil conta com 159 operações estrangeiras. Do Japão, consta apenas o Kumon, do setor educacional, com mais de 1,5 mil unidades no país.

25ª ABF Franchising Expo

Onde: Expo Center Norte – Pavilhões Branco e Azul

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo – SP

Horário: de 15 a 18 de junho – 3ª a 6ª-feira, das 13h às 21h (sábado, das 11h30 às 18h30)

Ingresso antecipado: R$ 60,00 – válido para todos os dias

Ingresso no evento (online e na bilheteria local):
R$ 70,00 – válido para todos os dias

Made in Japan: Japão mira no mercado brasileiro de franquias