Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

A culinária do filme ‘Nossa Irmã Mais Nova’

Nossa irmã Mais Nova, de Hirokazu Kore-eda

No filme Nossa Irmã Mais Nova (Umi-machi Diary), do cineasta japonês Hirokazu Kore-eda, a culinária aparece apenas como pano de fundo e com uma sutileza que inspira qualquer amante da cozinha japonesa.

Segundo o próprio diretor, são “detalhes preciosos que crescem na tela”. É justamente nos momentos que envolvem comida que acontecem os diálogos mais significativos para o desenrolar da história.

Em “Nossa Irmã Mais Nova”, as irmãs Yoshi, Chika e Sachi vivem numa pequena e bucólica cidade de Kamakura. Elas moram longe dos pais, na casa que pertenceu à avó.

Nossa Irmã Mais Nova, de Hirokazu Kore-eda

Comidas no filme Nossa Irmã Mais Nova, de Hirokazu Kore-eda

A rotina delas muda quando conhecem, no dia do enterro do pai, uma meia-irmã adolescente. Desse encontro, surge uma chance delas se redescobrirem e de estreitarem os laços familiares entre si.


Neste longa, o diretor se concentra em detalhes que se voltam para o tema da comida. Isso fica evidente nos diálogos entre as personagens que acabam transparecendo verdades não ditas enquanto falam sobre comida ou estão à mesa.

O umeshu (licor de ameixa japonesa) que a avó havia ensinado a fazer, por exemplo, rende boas histórias de família e marca a passagem do tempo com a mudança das estações do ano.

Colhendo ameixas para fazer licor

Preparando as ameixas

Além disso, os laços entre as meninas também se estreitam com a descoberta de um dos pratos preferidos do pai: torrada de shirasu com algas e cebolinha.

shirasu umimachi diary

Torrada de shirasu grapee.jp

A história é uma adaptação baseada no mangá “Umimachi Diary”, de Yoshida Akimi, (veja mais na Made in Japan) e ganhou nas telonas um toque de sutileza e uma grande sensibilidade para tratar o drama familiar característicos das obras de Kore-eda (Pais e Filhos, O que eu Mais Desejo).

Assista ao trailer, a seguir