Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

Comendo com os olhos

okonomiyaki-kansai-joaoneto-gl
Okonomiyaki à moda de Kansai foto: João Neto

A primeira coisa que vem à cabeça de uma pessoa comum, não especializada ou conhecedora de culinária japonesa, quando perguntada sobre o assunto, é “peixe cru” e “rodízio de sushi”. O Festival do Japão é uma chance anual de ampliar horizontes e experimentar algo além do temaki básico e do já bastante popular yakisoba.

Mas, novamente, para uma pessoa comum, não especializada ou conhecedora de culinária japonesa, é difícil se aventurar pelos estandes. São opções “demais”, muita coisa gostosa, mas é um dilema se arriscar em algo que você pode acabar não gostando, e perder a chance de comer alguma outra coisa. Em uma situação como essa, só o que resta é seguir os seus instintos. O que parecer mais simpático aos olhos (e ao nariz, por que não?): essa é a escolha.

Começando pelo essencial: Matar a fome. É um grande evento, com diversas atrações e atividades o dia todo, o ideal é se abastecer para poder seguir o dia. Uma ótima opção é o okonomiyaki. O estande de Wakayama oferece o okonomiyaki da região de Kansai, que tem de tudo: polvo, camarão, lula, carne de porco, repolho, gengibre, ovos… tudo junto e misturado, em uma panqueca tamanho família, mais que suficiente para uma refeição completa.

ikayaki

Já devidamente alimentado, hora de experimentar de tudo, só pelo prazer da viagem. Óbvio que a primeira parada obrigatória é o espetinho de shimeji com bacon. Claro que era um dos pratos mais disputados do festival. Outros grelhados de frutos do mar também são uma ótima pedida. Ikayaki (lula grelhada), teishoku de sanma (peixe grelhado), ayu shioyaki (peixe ayu grelhado); além do já popularizado gyoza, são opções gostosas e práticas, por serem servidos em porções menores e mais em conta.

Para fechar o dia, os doces japoneses são uma ótima opção. O Festival do Japão conta com uma infinidade de variantes de doces com anko (pasta doce de feijão azuki). Destaque para o ichigo daifuku, uma massa recheada com o doce de feijão e com um morango inteiro dentro; mistura de sabores inusitada e deliciosa.

Infelizmente, o Festival de 2013 já foi. Passamos o ano novamente com nosso fiel rodízio de sushi. E com água na boca pelo próximo Festival, que acabou de chegar.

Desvende o menu do 17º Festival do Japão