Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC AkibaSpace BMA

Coentro é considerado o Prato do Ano no Japão

coentro_jp
O Prato do Ano de Japão é o coentro

Algumas pessoas provavelmente vão torcer o nariz, afinal a erva é bastante aromática e divide opiniões entre os que gostam e os que não gostam de coentro. O fato é que o título de “Prato do Ano” do Japão em 2016 foi para a erva muitas vezes usada como tempero, mas que tem ganhado cada vez mais destaque como ingrediente principal nos pratos dos japoneses.

A seleção reflete o valor que o coentro, conhecido no Japão como “pakuchii”, conseguiu alcançar dentro da cultura gastronômica do Japão. A planta chegou ao Japão há mais de 700 anos, mas foi em meados de 1990 que ela ficou mais conhecida com a popularização da culinária do sudeste asiático, em que é bastante consumida. Aliás, a adaptação da palavra “pakuchii” vem do tailandês “P̄hạkchī”.

Antes considerado um condimento étnico, o coentro foi ganhando tantos fãs no Japão que até virou tema para um restaurante de Tokyo. O Paxi House Tokyo (site em japonês) é especializado em pratos com coentro e tem no cardápio de aperitivos a sobremesas feitas com a planta. Hoje, os japoneses consomem coentro em outros pratos como saladas, cozidos e drinks. Para se ter uma ideia, foi criado até um termo para denominar aqueles que adoram coentro: “pakuchisuto” (“pakchii-ist”).

Levando em consideração a facilidade de cultivo da planta e o crescimento pela busca por uma alimentação mais saudável, o coentro ganhou mais espaço nas prateleiras e nas cozinhas de restaurantes e lares japoneses.

A pesquisa tem o apoio do Ministério da Agricultura, Silvicultura e Pesca do Japão e do Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo do Japão e é realizada pelo Instituto de Pesquisa Gurunavi (empresa que promove pesquisas relacionadas à cultura gastronômica no Japão) desde 2014 para registrar e preservar a cultura gastronômica do país, identificando as principais tendências culinárias do ano.

O Prato do Ano de 2014 foi a carne de caça e, em 2015, o onigirazu (tipo de bolinho de arroz recheado como sanduíche e envolvido com alga nori).

Os destaques de 2016

Além do reconhecimento do “Prato do Ano”, outros pratos ganharam destaque entre os mais procurados pelos japoneses. São eles:

  • Vinho japonês
  • O interesse pelo vinho nacional aumentou especialmente depois de outubro de 2015 quando o governo japonês definiu as regras para rotular japonês (bebida alcoólica feita com uvas produzidas e processadas no Japão).

  • Churrasco
  • Como 2016 foi o ano das Olimpíadas e Paralimpíadas no Rio de Janeiro, o interesse pelo prato brasileiro aumentou bastante também entre os japoneses. E se antes o churrasco era raridade apenas em poucos restaurantes especializados, agora ele passou a estrelar no cardápio de mais estabelecimentos no Japão (até o da rede Coco’s como mostramos na Made in Japan).

  • Koji amazake
  • Seguindo a tendência mundial dos alimentos fermentados, a bebida japonesa adocicada feita a partir de arroz maltado também virou sensação como ótima sugestão para hidratação e suplemento nutricional, ideal para o verão.

  • Gyozas inovadores
  • Fugindo um pouco dos tradicionais recheios de carne suína e repolho, restaurantes de dumplings começaram a criar novas versões ocidentalizadas, incluindo vinho e pimentas.

  • Arroz com rosbife
  • Antes considerado um item de luxo, o rosbife passou a integrar o cardápio dos lares japoneses. Partindo do popular gyudon (tigela de carne bovina com arroz), a versão do prato com rosbife ficou famoso com uma rede de restaurantes e logo foi adotado por outras casas de todo o Japão.