Editora JBC Made in Japan Hashitag Mangás JBC AkibaSpace BMA

Cardápio japonês no Blue Tree Paulista

menu-japones-blue-tree-paulista-full
Kitsune udon e onigiri: ‘home feeling’ fotos: Rafael Salvador

tempura-blue-tree-m
Tempurá de legumes
hotel Blue Tree Premium Paulista, em São Paulo, apresentou um cardápio especial para atender os hábitos alimentares dos hóspedes japoneses.

A região da Avenida Paulista, onde se localiza o hotel, concentra grande quantidade de escritórios de empresas nipônicas. Assim, muitos profissionais vindos do Japão trabalham e residem nas proximidades – em muitos casos, ficam por longo tempo no Brasil.

“O menu foi elaborado pensando nos clientes, oferecendo um ambiente de home feeling, para que se sintam em casa”, contou Chieko Aoki, presidente do Blue Tree Hotels à #hashitag.

Composto por 11 pratos, o cardápio reflete muito da alimentação do dia a dia do Japão: kitsune udon e onigiri, onigiri com tsukemono e missoshiru, karê rice, tori katsu karê, tori katsu, shogayaki de katarosu e salada, tempurá de legumes, teppanyaki de frango e legumes, teppanyaki de picanha e legumes e teppanyaki de salmão e legumes.

As opções foram elaboradas de acordo com o paladar japonês, com temperos mais suaves, mesmo em relação a outros restaurantes. “O cardápio esteve em estudo desde dezembro de 2011 para seleção dos pratos e testes, até chegar ao resultado final”, disse a chef Renata Braune, responsável pela implementação do menu.

O restaurante do hotel também está aberto a quem não é hóspede. A faixa de preço do menu japonês varia de R$ 24 (onigiri com tsukemono e missoshiru) a R$ 51 (teppanyaki de salmão com legumes).

teppan-frango-legumes-blue-tree-full
Teppanyaki de frango e legumes

Cozinha de hotel

O restaurante do Blue Tree Paulista é administrado pela Noah, empresa do grupo Chieko Aoki especializada em gastronomia e eventos.

O horário de funcionamento é a principal diferença em relação a restaurantes comuns. Enquanto estes têm horário fixo de atendimento e intervalos entre as refeições, a cozinha de um hotel funciona continuamente. Outro aspecto relevante é que, em um hotel, a cozinha deve atender o room service; no Blue Tree Paulista, há também o serviço à área de eventos e catering (fornecimento de alimentos e bebidas para eventos externos).

Na rotina do restaurante, a Noah aplica dois métodos nipônicos de organização: o Mottainai, derivado de uma expressão japonesa, afirma a atitude de combate ao desperdício. Já o conjunto de ações conhecido como “5S” é composto pelos conceitos Seiri, Seiton, Seisou, Seiketsu e Shitsuke, que significam “eliminação de inutilidades”, “organização eficiente do espaço de trabalho”, “limpeza”, “prevenção do aparecimento de supérfluos e desordem” e “aprimoramento contínuo”.