Made in Japan Restaurantes Japoneses Hashitag Henshin Mangás JBC Ink Comics AkibaSpace BMA

Ozoni, a sopa da prosperidade

skyblueseed_cc
Ozoni, a primeira refeição do ano
As superstições de ano-novo envolvem comidas em todo o mundo. São romãs, uvas, lentilhas, macarrão para trazer saúde, felicidade e boas vibrações. No Japão, além do toshikoshi soba (saiba mais sobre o macarrão aqui) para uma vida longa, também é costume preparar o ozoni, para atrair prosperidade.

O ozoni é uma sopa feita com mochi (bolinho de arroz glutinoso) que pode ser complementada com vegetais, cogumelos, folhas e carnes (frango ou frutos do mar). Diz-se que o ozoni remonta à época dos samurais que preparavam essa refeição nos campos de batalha. Mais tarde, o ozoni passou a ser relacionado às oferendas aos deuses nas cerimônias de ano-novo e, por isso, hoje seria associado à celebração de início de ano.

Se você não comeu ozoni ainda, não tem problema. No Aizomê, a chef Telma Shiraishi incluiu o ozoni como prato do cardápio de janeiro. “O Ano Novo é a mais importante celebração no calendário japonês. E como tal vem carregada com muitas tradições, rituais e costumes, incluindo a culinária. E o ozoni é considerado o prato mais auspicioso a ser consumido no começo do Ano Novo”, conta Telma.

Nas regiões do centro-norte do Japão, o ozoni é feito a partir do caldo dashi (à base de alga kombu e lascas de peixe seco). Já no centro-sul, o caldo é temperado com misso branco. Antes de ser colocado na sopa, o mochi pode ser grelhado ou não e os demais ingredientes darão sabor e cor ao prato.

“Nossa versão consiste em um rico ensopado de pato e vegetais (nabo, cenoura, gobo, acelga, horenso e naganegui), com um toque de myoga, cebolinha e mitsuba, acrescido do mochi grelhado na hora de servir. Está sendo oferecido aos clientes como um dos pratos do omakase ou pode ser pedido à la carte, por R$ 40,00”, explica a chef.

Ainda que esteja atrasado, esta pode ser uma boa forma de começar o ano explorando novos pratos da culinária japonesa.